Dutra é virtual eleito para suceder a Berzoini

O ex-senador José Eduardo Dutra é o novo presidente nacional do PT. Integrante da tendência Construindo um Novo Brasil, a mesma corrente do presidente Lula, Dutra foi eleito no primeiro turno, com voto dos filiados, na disputa interna que no domingo renovou a direção do PT, em todo País. O antigo Campo Majoritário, grupo que caiu em desgraça com a crise do mensalão, em 2005, saiu fortalecido do embate petista.

Vera Rosa, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

24 de novembro de 2009 | 00h00

Em boletim divulgado às 18h41, com 40,95% dos votos apurados, Dutra já havia conquistado 54,7% das preferências. O porcentual correspondia a 110.358 votos. Embora a apuração ainda não tivesse terminado, a vitória de Dutra - que já presidiu a Petrobrás e a BR Distribuidora - era dada como certa pela cúpula do PT. O deputado José Eduardo Martins Cardozo (SP), da chapa Mensagem ao Partido, ficou em segundo. Na noite de ontem, o terceiro lugar ainda era disputado palmo a palmo entre os deputados Geraldo Magela e Iriny Lopes.

Apesar dos apelos de Lula por palanques unitários nos Estados, em defesa da candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, a disputa reforçou a tese da chapa própria em Minas e no Rio. "Não é o processo ideal, mas não haverá enquadramento", avisou Dutra, que só assumirá em 10 de fevereiro, na festa de 30 anos do PT.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.