É mais que portuguesa: é lusófona

Uma cozinha de língua portuguesa temperada na África, Ásia e Brasil é o tema de Alentejo, Além-Mar, novo livro do chef português Vítor Sobral que o 'Paladar' apresenta em 1ª mão

O Estado de S. Paulo,

08 de junho de 2011 | 17h48

Embutidos do Alentejo. Farinheira frita em vinagre com molho de laranja  

Está prometido para a próxima semana o lançamento de Alentejo Além-Mar, o livro do chef português Vítor Sobral, publicado pela Editora Senac, que o Paladar mostra em primeira mão.

Sobral anda em ritmo acelerado: nem bem inaugurou uma cervejaria no bairro de Campo de Ourique, em Lisboa (pertinho de sua Tasca da Esquina), e já está no Brasil. Mas não veio a passeio. Ao contrário, o motivo da viagem é muito trabalho. Neste fim de semana, vai fazer palestra no Senac em Campos do Jordão. Depois disso, passa alguns dias em São Paulo às voltas com o treinamento da equipe que vai trabalhar na filial da Tasca da Esquina, que está prestes a abrir as portas em São Paulo, nos Jardins.

Vítor Sobral não é puramente um defensor da culinária portuguesa. Está mais para embaixador da "cozinha de língua portuguesa". A prova do flerte são as constantes viagens que tem feito pelo Brasil, pela África e pela Ásia, para provar todos os sotaques da comida portuguesa.

Os resultados visíveis da amizade gastrolusófona podem ser conferidos nos molhos à base de frutas, ou no apreço por caju, bacuri, tucupi, batata-doce, mandioquinha.

Sobral apresenta em Alentejo, Além-Mar receitas de tradição alentejana "reinterpretadas" pelo seu namoro tropical. Há bochecha de porco preto, alhada de camarão e uma versão muito particular de tucupi, servida com garoupa e amêijoas.

Com introdução de J. A. Dias Lopes, o livro traz 12 páginas de entrevista. Nela, Sobral critica o deslumbre com a cozinha molecular, que encanta os jovens e os faz esquecer culinárias regionais. "Os grandes cozinheiros estão confusos. Têm medo de assumir sua identidade e as raízes em geral. Em um país com tantas pimentas, como é possível existir Tabasco por todo lado?"

 

ALENTEJO, ALÉM-MAR

Vítor Sobral

Editora: Senac (224 páginas, R$ 90)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.