É torta. Mas nem parece

Torta de galinha é uma boa maneira de fazer a carne da ave render - misturada a outros ingredientes no recheio, seu volume cresce bastante. Mas, apesar disso, as pessoas não costumam se arriscar a prepará-la em casa, com receio de que seja muito trabalhosa.

Mark Bittman, O Estado de S.Paulo

11 Março 2010 | 03h38

Esta nossa versão é diferente, bem mais simples: trata-se de uma torta de galinha repensada, com menos massa e mais vegetais. A ideia é preparar boa parte do prato em uma panela, substituindo a crosta por uma massa simples, uma espécie de biscoito.

Comece cozinhando os vegetais e a carne de frango numa panela grande e funda. Uma vez cozidos, vamos ao molho - que é uma pequena trapaça. Em vez de usar o roux (aquela base francesa que combina farinha e manteiga para engrossar os molhos), como muitas receitas do gênero costumam recomendar, esse nosso molho é ralinho e simples. Basta misturar um pouco de caldo quente com maisena e levar à panela com os vegetais e o frango. Ao mexer, o líquido começa a engrossar.

Os puristas podem debochar, e o sabor de nosso molho de fato é menos complexo que os feitos com roux. Mas a facilidade compensa.

Cumprida essa etapa, resta a cobertura, que é consideravelmente mais simples do que qualquer massa de torta: ponha algumas colheradas cheias de massa de biscoito amanteigado sobre a mistura de frango e vegetais. Espalhe e leve tudo ao forno para assar. Em 45 minutos você terá uma torta rica, saborosa e tão fácil de fazer quanto tirar doce de criança.

Torta de galinha e Legumes

Ingredientes

(4 a 6 porções)

3 colheres (sopa) de azeite

1 alho-poró lavado e picado

Sal e pimenta-do-reino

2 xícaras de cogumelos cortados em quatro

1 e ½ xícara de caldo de galinha

1 ramo de alecrim fresco

2 cenouras médias, cortadas

em rodelas

2 coxas de galinha, sem osso

e cortadas em cubos

1 xícara de ervilhas, frescas

ou congeladas

2 colheres (sopa) de maisena

1 xícara de farinha de trigo

3/4 de colher (sopa) de fermento

1 pitada de bicarbonato

1/4 de colher (chá) de sal

2 ou 3 colheres (sopa) de manteiga sem sal, cortada em pedaços

1 ovo

1/2 xícara de nata (se preferir, aqueça leite até uns 38°C, adicione duas colheres de chá de vinagre e deixe descansar por uns 5 minutos)

Preparo

Aqueça o forno a 200°C. Ponha óleo numa frigideira grande e leve ao fogo médio.

Quando o óleo estiver quente, ponha o alho-poró, tempere com sal e pimenta-do-reino e deixe fritar, mexendo de vez em quando, até amolecer, por uns 5 minutos. Acrescente os cogumelos e cozinhe até evaporar o líquido que sair, por 8 a 10 minutos.

Adicione o caldo e o alecrim. Deixe ferver, espere por 1 ou 2 minutos e acrescente as cenouras e o frango. Diminua o fogo e espere a fervura baixar. Cozinhe até que as cenouras fiquem macias porém firmes e a carne do frango esteja cozida, por aproximadamente 8 a 10

minutos. Acrescente as ervilhas e cozinhe, mexendo de vez em quando para que cozinhem por igual e amaciem, o que leva mais 1 ou 2 minutos. Retire o ramo de alecrim e dispense.

Com um batedor de arame, bata a maisena e algumas colheres de caldo para fazer o molho. Junte este molho ao cozido na panela e mexa até o líquido engrossar ligeiramente. Transfira tudo para uma vasilha que possa ir ao forno e deixe de lado.

Ponha a farinha num processador com o fermento, o bicarbonato e sal. Acrescente manteiga e bata por não mais que 30 segundos, até que a mistura forme pequenas bolinhas (você pode fazer isso manualmente, usando duas facas, um garfo, os dedos ou um cortador de massa).

Transfira a massa para uma vasilha e misture com nata e o ovo, até dar liga. Tem de ficar grudento.

Com uma colher, despeje essa massa sobre os vegetais e o frango e espalhe com a ajuda de uma faca, cobrindo a maior área possível, mas deixando alguns furos para o vapor sair. Asse por 35 a 45 minutos, até que o topo doure e esteja borbulhando por baixo. Com uma concha, ponha nos pratos e sirva imediatamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.