Economistas dos EUA ganham Nobel por teoria de combinação

Os programas de transplante de rins que salvam vidas são apenas uma das aplicações práticas das teorias de combinação de mercado pelas quais os economistas norte-americanos Alvin Roth e Lloyd Shapley foram agraciados com o Prêmio Nobel de Economia de 2012 nesta segunda-feira.

ANNA RINGSTROM E SIMON JOHNSON, Reuters

15 de outubro de 2012 | 13h41

Combinar alunos com escolas e empregadores com pessoas em busca de emprego são outros exemplos de como Roth, 60 anos, e Shapley, 89, aplicaram separadamente a teoria dos jogos para a vida diária.

A Real Academia Sueca de Ciências, que concede o prêmio de 8 milhões de coroas (1,2 milhão de dólares), chamou o trabalho deles de um exemplo notável de engenharia econômica.

Tore Ellingsen, um membro do comitê do Nobel e professor na Escola de Economia de Estocolmo, disse que a questão central quando os recursos são escassos é quem recebe o quê.

"Qual trabalhador recebe qual trabalho? Que aluno vai para qual escola? Qual paciente tem acesso a qual órgão para transplante. A teoria da combinação explica como os resultados dependem do procedimento de combinação escolhido", disse Ellingsen.

A citação do prêmio afirmou que Shapley, professor emérito da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, tinha usado a teoria dos jogos para comparar vários métodos de combinação e certificar que as combinações eram aceitáveis para todas as partes.

Roth deu seguimento aos resultados de Shapley em uma série de estudos empíricos.

"Tenho certeza que quando eu for à aula, esta manhã, meus alunos vão prestar mais atenção", brincou Roth, que leciona na Universidade de Stanford e Harvard, em conferência por telefone, da Califórnia.

"CORTEJO" DO MERCADO

Roth, que estava dormindo quando foi feita a ligação de Estocolmo e perdeu a primeira chamada, disse que o prêmio era inimaginável e inesperado: "Certamente é esperado que Lloyd Shapley deva ganhar o prêmio. Teria sido um descuido grave se ele não o ganhasse. Então, eu estou feliz de compartilhar isso com ele."

Ele descreveu seu trabalho como estudar o "cortejo" de muitos tipos: "Combinar... tem a ver com como você consegue as coisas que não pode apenas escolher, mas também tem que ser escolhido -então entrar na universidade, casar, conseguir emprego", disse ele à Reuters.

"Você não pode simplesmente ter o que você quer, você tem que fazer algum tipo de cortejo e tem cortejo dos dois lados e nós estudamos os processos do mercado pelos quais esses tipos de cortejo são resolvidos."

O prêmio de economia, oficialmente chamado de Prêmio Sveriges Riksbank em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel, foi criado pelo banco central da Suécia em 1968. Não fazia parte do grupo original de prêmios, para as ciências e promoção da paz, que foi estabelecido no testamento do magnata dos diamantes Nobel, em 1895.

Roth é cofundador do Programa da Nova Inglaterra para Transplante de Rins, www.nepke.org, que se baseia na teoria da combinação de mercados para combinar doadores de rins compatíveis e recebedores.

Tudo o que sabemos sobre:
NOBELECONOMIAVENCEDORESATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.