ECT suspende serviços e ameaça processar grevistas

A Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) suspendeu hoje os serviços do Sedex, que entrega correspondências no mesmo dia, e do Disque Coleta, que retira a correspondência na casa do remetente. O Sedex 10 será mantido or enquanto. O motivo é a greve de seus funcionários, deflagrada nesta manhã.A ETC ameaça pedir o julgamento da greve junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), caso os envolvidos não voltem hoje ao trabalho.A ECT ainda não tem um balanço com números oficiais por parte empresa em relação à paralisação. A empresa reafirmou, no entanto, que a greve é parcial e afeta o Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Distrito Federal, Piauí e Recife.Segundo a empresa, todas as mais de 12 mil agências do País estão abertas e funcionando parcialmente. Conforme ainda a assessoria de imprensa da ECT, a proposta oferecida aos funcionários é definitiva: se não ocorrer o retorno imediato ao trabalho, a empresa vai pedir o julgamento da greve junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST).

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

13 de setembro de 2007 | 12h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.