Editoras lançam serviços de navegação em livros na web

O mundo dos editores de livros deu um passo em direção ao ciberespaço, depois que as editoras Random House e a HarperCollins passaram a deixar seus clientes navegarem por livros na web. A Random House, cujos autores incluem Danielle Steel e Norman Mailer, informou no final da terça-feira, 27, que deixará seus clientes fazerem buscas e navegarem por mais de 5 mil de suas obras disponibilizadas na internet por meio de um serviço chamado Insight. A editora também lançou uma ferramenta que permite aos internautas acrescentarem conteúdo de seus títulos a páginas pessoais de redes sociais, como a MySpace. A companhia é uma unidade do grupo de mídia alemão Bertelsmann. Já a HarperCollins Publishers, cujos autores incluem Michael Crichton, anunciou na segunda-feira o lançamento de um recurso de navegação que permite aos usuários adicionarem páginas de livros em redes sociais. A empresa é unidade do conglomerado News Corp, que também possui o MySpace. Ambas as editoras chegaram tarde ao mundo online das buscas em livros. A varejista Amazon.com permite que os clientes olhem páginas de livros desde 2003 e o Google tem feito isso desde 2005. As editoras de livros estão tentando atualizar seus negócios conforme um número cada vez maior de leitores jovens consomem mídia na web, tendência que tem afetado as indústrias da música, cinema e jornais.

Agencia Estado,

28 Fevereiro 2007 | 19h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.