Futura Press/Estadão Conteúdo
Futura Press/Estadão Conteúdo

Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos

Assessoria confirma que candidato à Presidência da República sofreu acidente

O Estado de S.Paulo

13 Agosto 2014 | 12h33

O deputado federal Walter Feldman (PSB-SP) confirmou, há pouco, que candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, estava na aeronave que caiu em Santos na manhã desta quarta-feira. "O Márcio França (candidato a vice-governador em São Paulo) está no local e confirmou", disse.

Não há informação os ocupantes da aeronave. Integrantes da equipe da campanha que estavam em São Paulo, no comitê central do candidato, estão indo para Santos. A equipe em terra perdeu contato com todos os assessores que estavam com Campos no avião. 

Estão indo para Santos Carlos Siqueira, chefe da campanha e muito próximo de Campos, o deputado Roberto Freire (PPS-SP) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB). A aeronave, segundo fontes da campanha, era usada com frequência pelo candidato. (Nivaldo Souza e Andreza Matais)

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a aeronave que caiu em Santos, por volta das 10 horas, havia decolado do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Guarujá, no litoral paulista. Era um Cessna 560XL, prefixo PR-AFA.

Segundo a FAB, quando se preparava para o pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. "Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave", diz a nota. A Aeronáutica já deu início às investigações para apurar as causas do acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.