Educação é o tema do próximo Prêmio Jovem Cientista

O Jovem Cientista distribui R$ 150 mil em prêmios, bolsas e publica os trabalhos vencedores

12 Julho 2007 | 12h32

A 23ª edição do Prêmio Jovem Cientista, voltada para graduados, estudantes do ensino superior e do ensino médio, terá como tema "Educação para Reduzir as Desigualdades Sociais". A competição foi lançada na terça-feira, 10, na 59ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Belém. Candidatos podem apresentar pesquisas científicas a partir de assuntos como mecanismos de inclusão social: tecnologia digital, educação empreendedora, acessibilidade e mobilidade social; popularização da ciência, tecnologia e inovação; educação a distância, o papel da educação na superação da violência; a educação como instrumento contra o desperdício de energia e popularização da ciência. O Jovem Cientista distribui R$ 150 mil em prêmios, bolsas de estudo e publica os trabalhos vencedores. A premiação abrange as categorias graduado, estudante do ensino superior, estudante do ensino médio, orientador e mérito institucional. É concedida, ainda, menção honrosa a um pesquisador com título de doutor, por obra relacionada ao tema deste ano. Os candidatos serão indicados pelas sociedades científicas selecionadas previamente pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Ministério da Ciência e Tecnologia. O prêmio foi criado em 1981, com o objetivo de incentivar a pesquisa no Brasil. É entregue anualmente pelo presidente da República e promovido pelo CNPq, grupo empresarial Gerdau, Eletrobrás e Fundação Roberto Marinho. As inscrições devem ser feitas até 30 de novembro. Mais informações e o regulamento no website www.jovemcientista.cnpq.br.

Mais conteúdo sobre:
jovem cientista cnpq sbpc educação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.