Egito contabiliza quatro casos de gripe aviária em humanos

O ministro egípcio da Saúde, Hatem El-Gabaly, confirmou nesta terça-feira o quarto caso de infecção em humanos da gripe aviária, segundo informou a agência oficial de notícias egípcia Mena.El-Gabali explicou que o doente, de 17 anos, é um estudante de uma escola agrícola da cidade de Tanta, no Delta do Nilo.O ministro acrescentou que o pai do jovem tem um criadouro com capacidade para 4 mil galinhas, onde mais da metade das aves apareceram mortas na semana passada.Os demais animais da granja foram sacrificados, cumprindo os protocolos estabelecidos para atuação em caso de gripe aviária.El-Gabali explicou que o jovem, a quarta pessoa a apresentar sinais do vírus da gripe aviária no país, trabalhava na granja do pai. No sábado, ele começou a sentir irritação na garganta e dores musculares, por isso foi levado a um hospital da cidade no domingo.Desde então, o jovem começou a receber tratamento com Tamiflu. Seu estado de saúde é "estável", segundo a agência Mena.Todos os membros da família estão sendo submetidos a análises para se verificar se também foram infectados pelo vírus.Este novo caso da doença em humanos aumenta para quatro o número de pessoas infectadas pela gripe aviária, que já matou uma mulher no Egito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.