Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Egito define data para referendo e eleições, dizem ativistas

A junta militar egípcia realizará um referendo sobre as reformas constitucionais em 19 de março, uma eleição parlamentar em junho, e eleição presidencial seis semanas depois, disse um ativista na segunda-feira.

REUTERS

28 de fevereiro de 2011 | 18h49

Zyad El-Elaily disse que ele e 16 outros membros da Coalizão da Juventude Revolucionária, participante dos recentes protestos que derrubaram o presidente Hosni Mubarak, foram informados sobre as datas durante reunião no domingo com três integrantes do Conselho Supremo das Forças Armadas, que exerce o poder no Egito atualmente.

O Conselho ainda não formalizou as datas do referendo e das eleições.

Elaily disse que o cronograma apresentado sinaliza a disposição dos militares em entregar o poder aos civis.

"O conselho se disse comprometido em ver um governo civil instalado num período de seis meses, e se recusou a ampliar o período", disse Elaily.

A junta militar egípcia anunciou em 13 de fevereiro que controlaria o país durante seis meses, ou até que eleições parlamentares e presidenciais fossem realizadas sob um novo marco constitucional.

(Por Marwa Awad)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOREFERENDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.