Egito investiga e proíbe viagem de ex-ministros, diz TV

Autoridades egípcias disseram neste sábado que estavam investigando acusações contra o ex-primeiro-ministro, o ministro do Interior e o ministro das Informações do país, informou a televisão estatal.

REUTERS

12 de fevereiro de 2011 | 15h29

Segundo a emissora, viagens foram proibidas para o ex-premiê Ahmed Nazif e o ex-ministro do Interior Habib al-Adli, ambos demitidos por Hosni Mubarak antes de sua renúncia à Presidência na sexta-feira.

A proibição contra viagens também foi imposta sobre o ministro das Informações, Anas el-Fekky, que foi reconduzido ao cargo em um gabinete montado às pressas para satisfazer aos manifestantes.

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOMINISTROSVIAGENS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.