Eleição hoje em SP define novo procurador-geral

Quatro procuradores disputam hoje o voto de 1.821 promotores para tentar chegar ao topo do Ministério Público de São Paulo e assumir o cargo de procurador-geral de Justiça. Eles prometem reequipar a instituição e um combate intenso à corrupção e à desonestidade na administração pública. Ofensiva contra o crime organizado também está na pauta. Todos consideram insuficiente o orçamento, que é de R$ 1,18 bilhão para 2008.Fernando Grella Vieira, José Benedito Tarifa, José Oswaldo Molineiro e Paulo Afonso Garrido de Paula disputam a direção do Ministério Público nos próximos dois anos. Três deles vão fazer parte da lista que será levada ao Palácio dos Bandeirantes. É prerrogativa do governador nomear o chefe do Ministério Público. O Ministério Público paulista é o maior e o mais numeroso do País. São 201 procuradores de Justiça em atividade e mais 1.620 promotores. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

AE, Agencia Estado

15 de março de 2008 | 09h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.