Eleição presidencial no Afeganistão terá recontagem de votos

Os dois candidatos rivais na eleição presidencial do Afeganistão concordaram em respeitar os resultados da recontagem de votos supervisionada pela ONU para resolver disputas sobre o resultado, disse o secretário de Estado dos Estados Unidos John Kerry, após conversar com ambos.

REUTERS

12 de julho de 2014 | 16h13

A recontagem deve começar dentro de 24 horas, e uma posse presidencial marcada para 2 de agosto será adiada, disse Kerry numa conferência de imprensa conjunta com os dois candidatos, Abdullah Abdullah e Ashraf Ghani.

"Ambos os candidatos se comprometeram a participar e respeitar os resultados da maior e mais abrangente de auditoria, em que cada cédula será auditada", disse Kerry. "Este é o sinal mais forte possível de ambos os candidatos do desejo de restaurar a legitimidade do processo."

(Reportagem de Lesley Wroughton)

Tudo o que sabemos sobre:
MUNDOAFEGANISTAORECONTAGEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.