Eleições no Haiti ocorrem 'pacificamente', diz ONU

As eleições presidenciais no Haiti estão "caminhando bem", com pouca violência e apenas registros de problemas administrativos pequenos que podem ser facilmente solucionados, informou hoje Edmond Mulet, chefe da missão de paz das Nações Unidas. "As eleições estão ocorrendo pacificamente e é possível ver o grande interesse dos cidadãos pela democracia no País."

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2010 | 15h29

Mulet afirmou que ocorreram "pequenos incidentes" no sudoeste da cidade de Desdunes. O prefeito da cidade Wesner Archelus, membro do partido de oposição, contou que confrontos entre alguns cidadãos o levaram a se refugiar na delegacia de polícia.

Mais de 4,7 milhões de eleitores estão registrados. Deste número, enviados das Nações Unidas e da Organização dos Estados Americanos (OEA) afirmam que centenas de milhares morreram e aqueles que sobreviveram ainda não receberam seus cartões para votar - documento equivalente ao título de eleitor - e outros não têm certeza sobre onde devem votar. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
HaitieleiçõesONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.