Eleitores cobram ações para meio ambiente, diz Kassab

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, voltou a repetir hoje que a cidade precisa de um prefeito preocupado com o meio ambiente e acrescentou que cada vez mais eleitores cobram ações prioritárias para preservação ambiental. "Os municípios precisam ter à frente uma pessoa com prioridade política para a questão ambiental na sua gestão", discursou, durante a 4ª edição da Cúpula C40, uma reunião com prefeitos de metrópoles de vários países para debater as mudanças climáticas.

CIRCE BONATELLI, Agência Estado

02 Junho 2011 | 14h28

Na semana passada, Kassab também havia feito a mesma afirmação durante a apresentação da C40 a jornalistas. Ele ainda desafiou os demais prefeitos presentes na Cúpula C40 a perguntarem aos seus eleitores o que eles entendem como prioridade na gestão da cidade. "Com certeza dirão saúde, educação e meio ambiente", previu. "E cada vez mais, o ambiente se aproxima da (causa) mais prioritária".

Em meados de março, quando oficializou sua saída do DEM para fundar o PSD, Kassab indicou o secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge, como um de seus favoritos para a sucessão municipal. Embora o secretário não tenha assumido publicamente que pretende ser candidato, as declarações de Kassab começaram a despertar rumores no PV. Além de Eduardo Jorge, são cotados para o processo de sucessão o ex-candidato ao governo de São Paulo Fábio Feldmann e o ex-candidato ao Senado por São Paulo Ricardo Young.

Hoje, Kassab voltou a elogiar publicamente Eduardo Jorge, a quem chamou de competente e grande conhecedor de políticas publicas para o meio ambiente. Ao passar para a conversa com jornalistas, Kassab chamou o secretário para ficar ao seu lado e esperou sua presença para começar a sessão de entrevistas na frente das câmeras.

Questionado, o prefeito negou que tenha definido seu candidato à sucessão no cargo. "Essa questão ficará para o ano que vem. A hora, este ano, é de administrar a cidade de São Paulo. Seria uma irresponsabilidade formalizar qualquer entendimento", afirmou. "No momento certo, a nossa administração terá o seu candidato para mostrar para São Paulo quem irá representar a continuidade dos nossos esforços para deixar a cidade melhor". (Colaborou Daiene Cardoso)

Mais conteúdo sobre:
ambiente Kassab C40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.