Eletricista mantém adolescente refém desde às 13h

Um eletricista, de prenome Jorge, de cerca de 60 anos, armado com um facão, mantém a ex-enteada Juliana Alves Pereira, de 14 anos, refém desde às 13h deste domingo no interior da residência nº 34 da rua Rio Colônia, no Jardim Novo Sabiá, região do Grajaú, na zona sul da capital paulista. A adolescente foi até a casa do eletricista na tarde de ontem para pegar alguns documentos e virou refém do ex-marido de sua mãe após ambos discutirem. A mãe da garota, Elda Alves Pereira, está separada de Jorge há 2 meses e com ele viveu por cerca de 3 anos e meio. O acusado trancou-se no banheiro com Juliana. Segundo a polícia, o eletricista escorou a porta e retirou a lâmpada. O contato entre ele e policiais militares do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) é feito através da janela.

RICARDO VALOTA E DANIELA DO CANTO, Agencia Estado

17 Novembro 2008 | 02h41

Mais conteúdo sobre:
SP refém

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.