Eletropaulo tem até esta terça para justificar falhas

A AES Eletropaulo tem até esta terça-feira para apresentar à Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) as suas justificativas para os problemas ocorridos em na última quinta-feira (14), após as fortes chuvas que atingiram a capital paulista e parte da região metropolitana. O prazo foi definido pelo órgão após iniciar processo de fiscalização no Centro de Operações da Eletropaulo na última sexta-feira (15), quando uma equipe da Arsesp se reuniu com a distribuidora paulista para solicitar as informações detalhadas das ocorrências. Nesse mesmo dia, a direção da agência se reuniu também com a administração da AES Eletropaulo.

EQUIPE AE, Agência Estado

19 de fevereiro de 2013 | 16h01

A partir dos dados repassados pela AES Eletropaulo, a Arsesp vai elaborar um termo de notificação. Por sua vez, a distribuidora terá 15 dias para apresentar contestação, conforme previsto na regulamentação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Só depois desse prazo é que a concessionária poderá ser advertida ou multada pelo órgão, que atua no Estado de São Paulo por delegação da Aneel.

No dia 14 de fevereiro, 44 circuitos de distribuição de energia da AES Eletropaulo foram desligados e o serviço de call center da concessionária ficou fora do ar por cinco horas e meia. Procurada pela reportagem, a distribuidora informou que presta todas as informações exigidas pelo órgão regulador.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvaseletropauloproblemas da rede

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.