Em assembleia, sindicato vota paralisação

O ato de ontem dos funcionários terceirizados também teve o apoio do Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp), que agrega os servidores públicos da universidade. A entidade promete organizar amanhã um piquete em frente à reitoria. O motivo é a transferência de 125 funcionários da reitoria, que fica na Cidade Universitária, zona oeste de São Paulo, para Santo Amaro, na zona sul. Segundo o diretor do Sintusp, Magno Carvalho, a organização prepara a "maior greve dos últimos anos".

Mariana Mandelli, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2011 | 00h00

"Ficou definido em assembleia que vamos fechar o prédio e realizar outra reunião em frente à reitoria, pela manhã", disse. "Os servidores decidirão entre iniciar uma greve e rebelar-se, não indo para Santo Amaro, mas podem escolher as duas coisas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.