Em Brasília, manifestantes tentam entrar no Congresso

Manifestantes que ocupam a frente do Congresso Nacional, em Brasília, tentam entrar no prédio pela rampa principal de acesso ao Parlamento. O clima é tenso e já há detidos pelas forças de segurança. A Policia Militar estima que o protesto reúne cerca de 5 mil pessoas.

RICARDO BRITO E DÉBORA ÁLVARES, Agência Estado

17 de junho de 2013 | 18h57

Depois de ocuparem parte da Esplanada dos Ministérios no final da tarde, os manifestantes da "Marcha do Vinagre" desceram para o gramado em frente ao Congresso quando estavam ao lado do Palácio do Itamaraty. Logo que chegaram ao Parlamento, ocuparam o espelho d''água localizado em frente à principal rampa de acesso.

Um dos organizadores do protesto, o vestibulando Wellington Fontenelle, no entanto, tenta convencer os manifestantes a não subirem a rampa de acesso ao Congresso. Várias reivindicações são feitas nesse protesto, com lemas como "Fora Renan" (senador Renan Calheiros - PMDB/RN, presidente do Senado) e "Fora Feliciano" (deputado Marco Feliciano - PSC/SP, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara); crítica à PEC 37 (que limita poderes de investigação do Ministério Público) e solidariedade aos protestos no restante do País, principalmente em relação a São Paulo, pela redução da tarifa do transporte público.

Policiais fazem uma linha de proteção ao prédio do Congresso e usam veículos da própria guarnição. Há policiais militares e das polícias legislativas.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosPlanaltoCongresso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.