Em busca do cake perfeito

DE GOIABA É 'BRAZILIAN CHEESE' Ana Celina Belotti chamou as amigas para jantar fora quando completou 18 anos, em março. Só que, em vez de escolher um restaurante, escolheu cinco. "Foi a melhor celebração possível. Eu propus: ‘Vamos procurar o melhor cheesecake de São Paulo?’", conta Ana Celina, mais conhecida como Cê. Ela relata a epopeia em busca do cheesecake em seu blog (http://www.celinicesegulodices.com.br/) onde "só entra quem puder apreciar um bom cheesecake". Um avanço e tanto para quem esbravejou quando provou seu primeiro cheesecake, na Cheesecake Factory, em Boston. "É de queijo? Quê isso". Estranhou, mas continuou provando e hoje, além de ter se especializado no preparo do doce, vai fundo na pesquisa. "Sabia que lá fora eles chamam de brazilian cheesecake a receita que leva goiaba?". Cê está fazendo cursinho e pensa em cursar gastronomia. Veja também:Europeu ou americano, aqui é xis-queiqueCheesemania ou cakemania?O apóstolo multiplicador da sobremesa Receita de cheesecake de frutas vermelhas Receita de cheesecake de doce de leite Receita de cheesecake de tofu Receita de cheesecake de queijo de cabra Receita de cheesecake de mascarpone com geleia de physallis  TROCA DE DOCES E ALIANÇASApaixonada por sorvete, a publicitária Luana Azeredo romantizava que se casaria com um homem que aparecesse em sua porta oferecendo um pote dos mais gostosos. Sem saber de nada, logo nas primeiras saídas Roger a presenteou com um sorvete de iogurte. Luana retribuiu a gentileza aprendendo a fazer a sobremesa preferida dele. Os dois se casaram. "Ele é um cheesecake maníaco", conta. Seu cheesecake acabou ficando tão bom que ela resolveu usá-lo para arrecadar fundos para a ONG Banco de Alimentos. Em parceria com a entidade lançou o projeto 100 cheesecakes por R$ 100 . "Vou fazer um cheesecake por dia até o fim de outubro", explica Luana. E assim, todos os dias, ela abre espaço na agenda de publicitária, faz o doce e se encarrega pessoalmente das entregas. Encomendas: http://100cheesecakes.wordpress.com/.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.