Em dois meses, Santa Casa de Belém teve 113 mortes de bebês

Somente em julho, houve 9 mortes de recém-nascidos no hospital; causas das mortes estão sob investigação

CAROLINA FREITAS, Agencia Estado

09 de julho de 2008 | 14h59

Nove recém-nascidos morreram desde o início do mês até esta quarta-feira, 9, na maternidade da Santa Casa de Misericórdia de Belém (PA), informou a assessoria de imprensa do hospital. Quatro desses bebês estavam na unidade de terapia intensiva (UTI).       Veja também:   MPF alerta sobre risco de mais mortes de bebês no ParáDesde maio, foram registrados 113 mortes de recém-nascidos na unidade hospitalar, dos quais 54 em junho e 50 em maio. A maioria das mortes (74 ou 65,5% do total) aconteceu na UTI.As causas das mortes estão sob investigação, mas o hospital não acredita que o alto índice se deva à infecção hospitalar ou problemas estruturais da maternidade. A assessoria lembra que a Santa Casa recebe muitos casos graves de todo Estado, o que poderia explicar a situação.

Tudo o que sabemos sobre:
mortesrecém-nascidosSanta CasaBelém

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.