Em Fortaleza, manifestação pede afastamento de Dilma

Pela primeira a onda de protestos pelo Brasil pede o afastamento da presidente Dilma Rousseff. Por volta das 14 horas, em Fortaleza, cerca de cinco mil pessoas gritaram as palavras de ordem "Fora Dilma". O protesto tem a maioria de jovens de cara pintada em verde e amarelo e cobertos com bandeiras do Brasil e começou a ser realizado no início da Avenida Alberto Craveiro, principal acesso à Arena Castelão, onde o Brasil jogará contra o México, às 16 horas, pela Copa das Confederações.

LAURIBERTO BRAGA, Agência Estado

19 Junho 2013 | 14h29

Os manifestantes pretendem sair em passeata até a esplanada do Castelão, mas o batalhão de choque da Polícia Militar já está posicionado para impedir a passagem do movimento "Mais Pão, Menos Circo". Mas o movimento avançou sobre a barreira policial composta de 300 militares de choque. Estima-se que 30 mil pessoas participam da manifestação.

O confronto vitimou pelo menos 50 pessoas que foram atingidas por balas de borracha e spray pimenta, além de serem pisoteadas. O clima é de tensão. Os manifestantes insistem em avançar até a esplanada da Arena Castelão. Um repórter na Rádio Tribuna Band News foi atingido quando transmitia o protesto. Os manifestantes estão com escudos que improvisaram com tábuas dos tapumes da obra de alargamento da Alberto Craveiro. Os policiais foram alvejados por integrantes do protesto com pedras e paus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.