Em golpe para Cameron, britânicos preferem partido anti-UE

Britânicos nomearam o Independence Party (UKIP, na sigla em inglês), que é anti-União Europeia, como seu partido político favorito em uma pesquisa neste domingo, mostrando um contratempo para primeiro-ministro britânico, David Cameron, antes das eleições para o Parlamento Europeu.

ANDREW OSBORN, Reuters

19 de janeiro de 2014 | 13h36

A pesquisa veio dias depois de um outro levantamento que mostrou que os conservadores de Cameron devem ficar atrás do UKIP nas eleições de maio, o que significa que estão em vias de terminar em terceiro lugar em uma votação em todo o país pela primeira vez.

Embora o UKIP não tenha assentos no parlamento britânico, sua popularidade é um problema para Cameron porque ameaça dividir seus votos em uma eleição nacional em 2015, privando-o da vitória total.

A pesquisa deste domingo, realizada pela ComRes para o jornal Independent neste domingo, sugere que as políticas anti- imigração e anti-UE do UKIP continuam populares apesar de Cameron já ter implantado uma retórica mais dura em ambas as questões.

A UKIP tem 13 assentos no parlamento europeu e tomou um quarto dos votos expressos nas eleições locais em maio.

Ele quer que a Grã-Bretanha deixe a UE e encerre o que chama de "porta aberta " para a imigração e tem atraído um grande número de ex- eleitores conservadores em particular.

A pesquisa entrevistou uma amostra de 2.029 britânicos no início deste mês e concluiu que 27 por cento deles tinham uma visão favorável ao UKIP, mais do que qualquer outro partido.

Por outro lado, 25 por cento disseram que compartilhavam o mesmo ponto de vista conservadores de Cameron, com 26 por cento expressando a mesma opinião sobre o Partido Trabalhista da oposição.

Tudo o que sabemos sobre:
INGLATERRACAMERONPESQUISA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.