Em Madri, visite a ‘joalheria’ do turrón

Cíntia Bertolino, MADRI,

15 Julho 2010 | 10h10

Artesanal. O turrón de Jijona leva amêndoa moída, mel e tem massa mole. Foto: Alex Silva/AE

 

 

Quem passa diante da Casa Mira, em Madri, fica hipnotizado por suas vitrines. A loja, fundada em 1842, produz e vende os turróns mais famosos da Espanha. Foi a primeira loja do gênero na capital espanhola. Repare na bandeja giratória da vitrine, cruze a porta envidraçada com seus ornamentos dourados e se esbalde pelos quatro andares de guloseimas. Você não vai conseguir provar tudo, então fique com os mais famosos.

 

O turrón de Jijona leva amêndoa moída, mel e tem massa mole. O de Alicante é mais duro, feito com amêndoas inteiras e mel. Já o de Cádiz, à base de gema, batata e marzipã, é bem diferente. Tem também os de avelã, de chocolate, de frutas.

 

Veja também:

Receita do torrone italiano

No terroir do torrone

De quebrar o queixo

Primo pobre vai à luta

 

Ali os turróns são blocos enormes, cortados conforme a vontade do cliente. Os pedaços são enrolados um a um, em papel-manteiga, e embrulhados à moda antiga. Todas as receitas vêm da original, do século 19, de dom Luis Mira, confeiteiro nascido em Jijona. O preparo é artesanal.

 

 

 

Casa Mira

Carrera de San Jerónimo, 30 00/XX/34/91/429-6796

Madri, Espanha. Fechada para férias. Reabre em Setembro

Mais conteúdo sobre:
Torrone turr&oacute n de Jijona Madri Paladar

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.