Em Minas, MP terá laboratório de lavagem de dinheiro

O Ministério Público de Minas Gerais passará a contar com um Laboratório de Lavagem de Dinheiro (LAB-LD), resultado de convênio com o Ministério da Justiça, que será assinado na próxima segunda-feira. Conforme o Ministério Público, a estrutura é uma ferramenta que torna a investigação mais sofisticada e inteligente.

AE, Agencia Estado

11 Agosto 2009 | 15h43

"O laboratório cumpre a estratégia de aparelhar os órgãos encarregados de enfrentar a lavagem de dinheiro e tem como objetivo incentivar a recuperação de ativos", disse o coordenador do Centro de Apoio da Ordem Econômica e Tributária (Caoet), promotor Rogério Filippetto. Segundo ele, a moderna tecnologia desenvolvida para a investigação de crimes econômicos e do crime organizado atenderá a todo o MP estadual. "São dois aspectos interessantes: a utilização de softwares para cruzamento de dados e o know how voltados para a apuração de crimes do colarinho branco".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.