Em SP, ladrões realizam arrastão na Marginal Pinheiros

Nem as operações realizadas pela Polícia Militar na Marginal do Pinheiros têm inibido a ação de criminosos contra motoristas parados em congestionamentos. Na noite de segunda-feira, sete pessoas foram atacadas por ladrões que quebraram os vidros dos veículos para furtar bolsas e celulares. O número de vítimas só não foi maior porque uma testemunha conseguiu parar uma equipe da corporação. Ninguém foi preso.

AE, Agência Estado

15 Junho 2011 | 09h41

No mês passado, outros três crimes semelhantes foram registrados na via. No caso de anteontem, depois de a PM ser chamada, a corporação enviou até um helicóptero Águia para o local, entre as Pontes Ary Torres e do Morumbi, na curva da Usina de Traição.

Segundo a empresária Diva Ramalho, que estava em uma S10, um assaltante estourou o vidro do veículo e colocou todo o corpo para dentro. "Em segundos, ele fez um ?rapa?. Levou bolsa que estava no chão, jaqueta, óculos. Dei graça a Deus quando ele foi embora", disse. Um casal gritou por socorro e acabou espantando os criminosos. De acordo com a empresária e outras vítimas, a maioria dos criminosos usou pedras e barras de ferro para quebrar o vidro dos carros.

O delegado titular do 34.º Distrito Policial (Morumbi), Vilson Genestreti, disse ontem que bandidos se aproveitam do afunilamento da Marginal para assaltar motoristas. "Aconteceu esse. E outros já aconteceram, mas estamos investigando." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.