Em SP, polícia investiga creche que teria dopado alunos

Uma creche municipal em São Manuel, no interior de São Paulo, está sendo investigada sob suspeita de dopar três crianças de aproximadamente três anos. Segundo a Polícia Civil, os pais das crianças suspeitaram do comportamento dos filhos quando foram buscá-los na unidade, na sexta-feira.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

12 de abril de 2011 | 11h18

De acordo com Michela Aparecida Silva, titular da Delegacia de Defesa da Mulher, onde a ocorrência foi registrada, os pais relataram que os filhos tinham sonolência excessiva. Assustados, os responsáveis levaram as crianças para um pronto-socorro do município e a médica que os atendeu desconfiou que elas teriam ingerido alguma substância.

Em seguida, as crianças foram levadas para o hospital da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu, onde foram medicadas e ficaram em observação. Todos foram liberados e passam bem. Um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso. Onze funcionários da creche e os pais das crianças serão ouvidos pela polícia.

Mais conteúdo sobre:
crechealunosdopagempolíciaSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.