Em Teresina, Exército ajudará no combate à dengue

O prefeito de Teresina, Elmano Ferrer (PTB), convocou o Exército para combater a dengue no município. A parceria resultou na mobilização de mais de cem homens para atuar contra o mosquito transmissor da doença, principalmente na zona norte de Teresina, que tem muitas lagoas e o maior índice de infestação na capital piauiense.

LUCIANO COELHO, Agência Estado

18 de abril de 2011 | 20h21

O prefeito e o comandante do Exército no Piauí, coronel Humberto Silva Marques, assinaram um termo de cooperação para formalizar o auxílio. Em Teresina, já foram detectados 1.252 casos até o último levantamento feito pela Fundação Municipal de Saúde.

Segundo Ferrer, as prioridades são as zonas norte e o centro, regiões que possuem mais focos do mosquito. O coronel Marques afirmou que os militares foram treinados para entrar nas casas em busca dos focos e orientar a população. Eles ainda distribuirão panfletos com informações sobre prevenção e combate à doença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.