Embarques mundiais de PCs caem 1,7%, menos que o esperado

Os embarques de computadores pessoais caíram 1,7 por cento no período de julho a setembro na comparação anual, informou nesta quarta-feira a empresa de pesquisas IDC, no décimo trimestre consecutivo de declínio, mas melhor do que a estimativa de queda de 4,1 por cento feita pela consultoria.

REUTERS

08 de outubro de 2014 | 20h11

A Gartner, uma companhia de pesquisas rivals, informou declínio de 0,5 por cento.

A queda de 1,7 por cento informada pelo IDC foi semelhante à do trimestre de abril a junho, o menor declínio desde que os embarques de PCs começaram a cair no começo de 2012. As vendas de netbooks desabaram diante da competição com os tablets.

Os embarques para Estados Unidos e Europa subiram, impulsionados pela compra de PCs no atacado, ajudando as três maiores fabricantes, Lenovo, Hewlett-Packard e Dell a ter ganhos de mercado. Mas os embarques para Ásia, maior mercado de computadores do mundo, continuaram caindo, ofuscando ganhos em outras regiões.

(Por Bill Rigby)

Mais conteúdo sobre:
TECHPCSHQ*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.