Embrapa faz diagnóstico de doenças online

Software desenvolvido pela unidade Informática Agropecuária analisa problemas do milho, soja, feijão e tomate

Niza Souza, O Estado de S.Paulo

29 Julho 2009 | 03h16

Depois de dois anos em experiência com diagnóstico de doenças do milho, começa a ser concluída a primeira fase do projeto Diagnose Virtual, um site que possibilita ao produtor rural fazer uma consulta sobre problemas em sua lavoura e receber um diagnóstico online, por meio da internet. Desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária, o software está disponível, gratuitamente, no site (http://diagnose.cnptia.embrapa.br), e ganhou este mês novas culturas. Além do milho, o agricultor já pode fazer consultas sobre feijão, soja e tomate. E, até o fim do ano, serão liberados os bancos de dados sobre trigo, morango, uva, arroz (sequeiro) e pimentão.

"Basta o produtor ter um computador e acesso à internet", diz a pesquisadora Silvia Massruhá, da Embrapa. Segundo ela, hoje em dia é cada vez maior o número de agricultores que utilizam o computador como ferramenta de trabalho. Só em São Paulo, de acordo com os dados de 2007/2008 do Levantamento Censitário das Unidades de Produção Agropecuárias (Lupa), o censo agropecuário do Estado, o número de propriedades rurais com computador e acesso à internet dobrou na última década. Em 1995/1996, pouco mais de 3% das propriedades tinham computador (naquela época a pesquisa não consultava sobre acesso à internet). No último censo, mais de 6% dos agricultores entrevistados disseram que utilizam computador e acessam a internet nas atividades agropecuárias.

TUDO PELA INTERNET

Com alguns cliques e informações básicas sobre os problemas que estão ocorrendo na lavoura é possível identificar a praga ou doença e receber orientações de tratamento. O programa faz perguntas sobre o local da propriedade, sintomas, fase de desenvolvimento da planta, entre outras, e em seguida ainda mostra uma série de fotos com imagens de possíveis problemas. No fim, o programa gera um relatório de diagnóstico, com as medidas de controle recomendadas para o problema. Caso o programa não reconheça o problema, o produtor pode preencher uma ficha detalhando os sintomas e enviar uma foto junto. "Tudo isso vai enriquecer nosso banco de dados", destaca Silvia.

Conforme a pesquisadora, os fitopatologistas das unidades da Embrapa já têm muitos dados, fotos, sintomas e tratamento indicado das principais doenças. Mas toda essa informação só é divulgada em livros e publicações, destaca Silvia. Agora, diz ela, a internet surge como nova ferramenta para disponibilizar toda essa informação.

 

TEMPO TAMBÉM

Outra tecnologia, gratuita, oferecida para o produtor rural brasileiro é a previsão do tempo. Há vários sites com serviços específicos voltados para a agricultura. O Instituto Nacional de Meteorologia (www.inmet.gov.br) realiza, em tempo real, a previsão do tempo e o clima no Brasil, por regiões, Estados e, até por municípios. O instituto mantém 436 estações meteorológicas automáticas instaladas no País, que fornecem informações atualizadas sobre as condições do tempo. O Ministério da Agricultura também oferece um sistema de monitoramento agrometeorológico, no site www.agritempo.gov.br.

Mais conteúdo sobre:
Agrícola Embrapa site

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.