Emissão de cinzas por vulcão perde força, diz instituto

A emissão de cinzas pelo vulcão chileno Puyehue está perdendo força, de acordo com o Volcanic Ash Advisory Centres da Argentina (VAAC), instituto responsável pelo monitoramento da situação no Cone Sul. As informações foram repassadas pela Força Aérea Brasileira (FAB). O próximo boletim deve ser emitido depois das 18 horas.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

14 Junho 2011 | 12h55

A nuvem de cinza vulcânica deixou a região de Porto Alegre (RS) e se concentrava no início desta tarde em Caxias do Sul e Santa Maria, ambas as cidades no Rio Grande do Sul, e Florianópolis, em Santa Catarina. Segundo o Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), o relatório aponta também que a nuvem está mais baixa, a cerca de mil metros de altitude.

Mais conteúdo sobre:
vulcão Chile emissão cinzas Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.