Empregada é suspeita de matar empresária

A empregada doméstica Maria José de Oliveira Santos Gomes foi presa quinta-feira, suspeita de ter matado a empresária Kátia Bedinger, de 48 anos, em Indaiatuba, interior de São Paulo. Ela foi detida em uma fazenda de Guaira, no Paraná perto do Paraguai. Em fevereiro, Kátia foi encontrada morta no banheiro de seu dúplex. O corpo estava pendurado, como se ela tivesse cometido suicídio, mas a perícia revelou indícios de assassinato. Escutas levaram a polícia até Maria José.

, O Estadao de S.Paulo

28 de novembro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.