Empresa aérea cogita cobrar por uso de banheiro em avião

Irlandesa Ryanair analisa possibilidade de instalar banheiros operados por moedas.

BBC Brasil, BBC

27 de fevereiro de 2009 | 16h39

A companhia aérea irlandesa Ryanair afirmou nesta sexta-feira que está analisando planos de cobrar dos passageiros o uso dos banheiros durante voo.O diretor executivo da companhia, Michael O'Leary, disse à BBC que a Ryanair está avaliando a possibilidade de instalar banheiros operados por moedas."Algo que analisamos no passado e estamos analisando de novo é a possibilidade de talvez instalar um espaço para depositar moedas na porta do banheiro", afirmou.A popular Ryanair é conhecida pelos voos regionais de baixas tarifas na Europa. Por outro lado, a companhia já cobra a mais de seus passageiros por itens como bagagem extra ou para fazer o check-in no aeroporto.Na semana passada a companhia confirmou planos de fechar todos os seus balcões de check-in nos aeroportos para tentar reduzir o preço dos voos. "Acho que não existe ninguém que tenha entrado em uma aeronave da Ryanair (levando) menos de 1 libra", disse O'Leary."Na Ryanair sempre tentamos encontrar formas de levantar a arrecadação para que possamos continuar abaixando os preços das viagens aéreas", acrescentou.O grupo britânico de defesa do consumidor "Wich?" afirmou que a companhia aérea irlandesa está colocando "o lucro à frente dos passageiros"."Parece que a Ryanair está pronta para ir a qualquer lugar para fazer dinheiro rápido e, mais uma vez, coloca lucros à frente do conforto de seus clientes", disse Rochelle Turner, chefe de pesquisa na "Wich?"."Cobrar das pessoas que vão ao banheiro pode resultar em menos pessoas comprando bebidas acima do preço a bordo dos aviões, o que seria o certo para a Ryanair", acrescentou. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
ryanairbanheirosvôosmoedas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.