Empresa quer autorização para vender olho biônico

No antigo seriado de TV O Homem de Seis milhões de Dólares, um astronauta acidentado ganha um olho biônico. Em 2007, o equipamento poderá ser da sua avó. A empresa VisionCare Ophthalmic Technologies Inc. quer autorização do governo dos Estados Unidos para vender um minúsculo telescópio que poderia ser implantado em pacientes idosos que sofram de degeneração macular provocada pela idade.O dispositivo foi batizado Telescópio Implantável Miniatura. Se aprovada, a lente de telefoto, do tamanho de uma ervilha, poderia permitir que alguns pacientes se livrassem dos óculos especiais e telescópios de tamanho normal que são forçados a usar para compensar a perda de vista no centro do campo visual, provocada pela doença.O minitelescópio contém duas lentes que atuam em conjunto com a córnea para gerar uma imagem ampliada, que se projeta sobre uma área maior da retina, melhorando a qualidade da visão, de acordo com a empresa. O aparelho não funcionaria em pessoas totalmente cegas.O comitê de aparelhos oftalmológicos da Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos EUA está reunido nesta sexta-feira para discutir o dispositivo. O aparelho poderia ser implantado em um único olho, que passaria a oferecer visão central. O outro olho, intocado, cuidaria da visão periférica, e caberia ao cérebro unir as imagens e interpretá-las. Acostumar-se ao sistema poderia exigir uma terapia de reabilitação, de acordo com a FDA.

Agencia Estado,

14 de julho de 2006 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.