Empresários são chamados a dar sugestões

No encontro em Haia, que continua hoje, Zukang clamou aos empresários que levem sugestões e soluções para a Rio+20.

O Estado de S.Paulo

12 Abril 2012 | 03h02

Segundo Jean-Guy Carrier, secretário-geral da Câmara Internacional de Comércio, um dos organizadores do evento, a principal demanda é por ações multilaterais com os governos. "O setor já investe em formas mais sustentáveis. A última estimativa é de cerca de US$ 100 bilhões por ano em tecnologia verde em países em desenvolvimento. Mas seria mais efetivo se houvesse mais atenção a questões como barreiras para a importação de tecnologias, serviços, etc. O mercado espera que os governos tomem medidas que diminuam incertezas e apontem prioridades. Não está esperando mais dinheiro, mas mais comprometimento político para tomar decisões, para chegar a um acordo climático, por exemplo." / G.G.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.