EMTU quer garantir 80% da frota em circulação em SP

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU-SP) impetrou hoje uma medida cautelar no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para garantir a operação de 80% da frota das linhas intermunicipais que circulam no ABC Paulista. A aprovação da medida depende de decisão judicial.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

01 Junho 2011 | 18h51

Em assembleia realizada na tarde de hoje, os trabalhadores do Sindicato dos Rodoviários da Região do Grande ABC decidiram manter a greve amanhã. Para amanhã, está marcada uma audiência às 11 horas para outra rodada de negociações, além de uma assembleia dos trabalhadores que deve acontecer às 15 horas.

A greve dos motoristas de ônibus da região do ABC busca negociação salarial por ocasião da data-base da categoria com os empresários do setor. O movimento refletiu durante o dia de hoje no transporte intermunicipal metropolitano. Das 19 permissionárias gerenciadas pela EMTU, apenas quatro estavam com a operação normal e uma com operação parcial. O Corredor Metropolitano ABD está funcionando com 75% da frota. A EMTU calcula que 200 mil passageiros estão sendo prejudicados.

Mais conteúdo sobre:
EMTU greve transporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.