Efe
Efe

Encontrado 'navio romano de 2 mil anos' na Itália

Lama do fundo do mar preservou embarcação que pode ter transportado vinho e grãos entre Roma e Espanha.

BBC Brasil, BBC

06 de agosto de 2012 | 16h57

Mergulhadores vasculhando a costa noroeste italiana descobriram os restos de um navio que se acredita que tenha naufragado na região há cerca de dois mil anos.

O navio estava extraordinariamente bem conservado por causa da grossa lama no solo da costa próxima de Varazze.

Dentro da embarcação havia mais de duzentos vasos de cerâmica que podem ter carregado suprimentos de vinho, grãos e óleo.

Acredita-se que o navio fazia a rota entre a Espanha e o que é hoje a Itália central.

O correspondente da BBC em Roma Alan Johnston diz que há tempos pescadores de Varazze encontram objetos de cerâmica em suas redes e isto motivou a policia a enviar mergulhadores para investigar o local.

O porta-voz da polícia diz que a descoberta pode ajudar a compreender melhor a atividade comercial da época.

Os mergulhadores disseram acreditar ser possível trazer o navio, descoberto a cerca de 100 metros de profundidade, intacto até a superfície.

Autoridades italianas devem agora decidir se vão em frente com a potencialmente cara e complexa tarefa de recuperar o navio. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.