Encontrados fósseis de insetos na Floresta Amazônica

Um grupo internacional de pesquisadoresanunciou a primeira descoberta de insetos e aracnídeosfossilizados na Floresta Amazônica, encontrados em uma jazidapróxima à cidade peruana de Iquitos. Trata-se da primeira descoberta deste tipo na região oeste daAmazônia, que demonstra "a existência precoce de uma grandebiodiversidade na região", afirmou o Centro Nacional de PesquisasCientíficas da França (CNRS), responsável pela descoberta. Entre as espécies descobertas, fossilizadas em pedaços de âmbar,estão alguns aracnídeos, os artrópodes terrestres maisantigos descobertos nesta parte do planeta. As descobertas datam do período Mioceno médio, entre quinze evinte milhões de anos atrás. Os pesquisadores identificaram treze espécies de insetos e trêsde aracnídeos, todas elas novas, o que permite supor que esta regiãoúmida e quente possuía uma grande diversidade de artrópodes naquelemomento, assim como ocorre atualmente. Moscas, mosquitos, abelhas parasitas e um coleóptero são algunsdos insetos encontrados, assim como um ácaro preso em uma teia dearanha. O âmbar conserva o conteúdo celular de alguns dos fósseis, motivopelo qual os pesquisadores esperam poder obter o seu DNA ereconstruir sua árvore genealógica. "Graças a esta descoberta, os pesquisadores sabem agora que,entre doze e quinze milhões de anos atrás, a região era um deltaaberto sobre o mar, e possuía florestas densas sob um clima muitoquente e úmido", afirmou.

Agencia Estado,

28 de agosto de 2006 | 18h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.