Energia e pechinchas elevam bolsas da Ásia

As bolsas de valores da Ásia encerraram a terça-feira em alta, com os investidores aproveitando pechinchas de fim de ano. O setor de energia também foi destaque, já que o clima frio na Europa elevava os preços do petróleo pela terceira sessão seguida.

REUTERS

21 de dezembro de 2010 | 07h32

O índice MSCI de bolsas da região Ásia-Pacifíco com exceção do Japão subia 1,05 por cento pela manhã.

Em TÓQUIO, o Nikkei teve máxima em sete meses, subindo 1,51 por cento, para 10.370 pontos. Depois de dois dias de quedas, os investidores foram atrás de ações com preços reduzidos.

Em XANGAI, a alta foi de 1,79 por cento, para 2.904 pontos, enquanto em HONG KONG o mercado avançou 1,57 por cento, para 22.993 pontos. O destaque ficou com as ações do setor imobiliário.

Na COREIA DO SUL houve ganho de 0,83 por cento, para 2.037 pontos. A bolsa de CINGAPURA subiu 0,22 por cento, para 3.139 pontos, e a de TAIWAN, 0,67 por cento, para 8.827 pontos.

Em SIDNEY, a alta foi de 0,74 por cento, para 4.771 pontos, puxada pelos metais e por um bom humor resultante de uma onda de fusões.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.