Ênfase na Região Metropolitana

O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2013 | 02h05

Em setembro, um levantamento feito pelo Estado com os 176 municípios que fazem parte da Bacia do Rio Tietê revelou que menos de 30% têm sistema de coleta e tratamento total de esgoto. Outros 31 (quase 20%) não realizam nenhum tipo de processamento nos dejetos que lançam no complexo hidrográfico. O ponto mais crítico está em dez cidades da Região Metropolitana, ao norte e oeste da capital, que até 2011 não faziam tratamento do esgoto. A Sabesp admite que cidades como Barueri e Osasco ficaram para trás e serão contempladas na terceira fase do Projeto Tietê. Segundo a companhia de abastecimento, o programa prevê que até 2015 nenhum desses municípios tenha menos de 50% de coleta e 60% tratamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.