Enfermeira de Dallas Amber Vinson está curada do Ebola, diz hospital

Uma segunda enfermeira de Dallas que contraiu o Ebola está agora curada do vírus, confirmou o Emory University Hospital em Atlanta, nos Estados Unidos, nesta sexta-feira.

REUTERS

24 de outubro de 2014 | 17h42

Amber Vinson, uma das duas enfermeiras do hospital de Dallas que foram infectadas com Ebola depois de tratar o primeiro paciente diagnosticado com a doença nos Estados Unidos, ainda está recebendo tratamento de apoio no hospital e não há data de alta.

Os testes, contudo, não detectam mais o vírus no seu sangue, disse o hospital em comunicado.

A outra enfermeira, Nina Pham, também foi declarada livre do vírus nesta sexta-feira e deixou o hospital de Maryland onde estava sendo tratada.

(Reportagem de Colleen Jenkins)

Mais conteúdo sobre:
SAUDEEBOLAENFERMEIRACURADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.