Engenheiro aeronáutico é novo diretor do Inpe

A nomeação de Leonel Perondi como diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) foi publicada ontem no Diário Oficial da União. Ele substitui Gilberto Câmara, que comandava a instituição, vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), desde dezembro de 2005.

O Estado de S.Paulo

15 Maio 2012 | 03h07

Perondi trabalha no Inpe desde 1982. Já foi gerente do Programa Sino-Brasileiro de Satélites (CBERS) e diretor substituto do instituto, entre 2001 e 2005. Possui formação em engenharia mecânica aeronáutica, tecnologias espaciais e física teórica.

Uma das instituições de ciência e tecnologia mais respeitadas no País, o Inpe é responsável, entre outras coisas, pelo sistema de monitoramento remoto (via satélite) do desmatamento na Amazônia - tema no qual Câmara atuou fortemente e se tornou referência.

Câmara colocou seu cargo à disposição no ano passado, por discordar de algumas políticas do então ministro Aloizio Mercadante (agora na Educação). Com a nomeação de Marco Antonio Raupp para o MCTI, em janeiro, a situação se acalmou, mas o processo de escolha de um novo diretor já estava consolidado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.