Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Entenda os riscos

Fatores de risco que você não pode mudar

, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2011 | 00h00

Idade e gênero: mulheres correm cem vezes mais risco que homens. O risco aumenta ainda mais após os 50 anos.

Genética e história familiar: ter parentes próximos que sofreram de câncer de mama, útero e ovário. Possuir mutações em genes que protegem o corpo contra o câncer de mama, como o BRCA1 and BRCA2.

Ciclo menstrual: menstruar muito cedo (antes dos 12 anos) e entrar na menopausa muito tarde (depois de 55).

Outros fatores de risco

Álcool: beber mais que uma ou duas doses por dia.

Gestação tardia: não ter filhos ou engravidar após os 30 anos. Ter mais de uma

gestação, engravidar cedo e amamentar reduz o risco.

Reposição hormonal: receber hormônios para amenizar os sintomas da menopausa.

Obesidade: não é consenso, mas acredita-se que mulheres obesas produzam mais estrogênio, o que estimularia o desenvolvimento do tumor.

Radiação: receber radioterapia na infância ou no começo da idade adulta para tratar tumores na região do peito.

Sem provas

Não há evidências que comprovem aumento de risco causado por implantes de silicone, desodorantes antitranspirante ou sutiãs com bojo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.