Enterradas 2 vítimas de acidente na divisa do ES e BA

Duas estudantes que morreram com mais três colegas quando se dirigiam do Espírito Santo para uma festa no sul da Bahia foram enterradas nesta quinta-feira em Minas Gerais. As universitárias Amanda Oliveira, de 22 anos, e Izadora Ribeiro, de 21, foram vítimas de um provável acidente na BR-101, próximo à divisa dos dois Estados litorâneos, que também causou as mortes de Marllonn Amaral, de 21, Rosaflor Oliveira, de 24, e André Galão, de 28. O carro em que os jovens viajavam foi encontrado no rio Mucuri, cinco dias depois de terem saído São Mateus (ES).

MARCELO PORTELA, Agência Estado

26 Abril 2012 | 14h17

O corpo de Amanda foi enterrado no fim da manhã de hoje no Cemitério Municipal de Manhuaçu, na Zona da Mata mineira. Segundo a Funerária São José, dezenas de amigos e parentes compareceram ao sepultamento e ao velório que foi realizado durante a madrugada no Cemitério Parque das Flores.

Também durante a manhã, o corpo da amiga Izadora foi enterrado no Cemitério Recanto da Paz, em Jaíba, no norte de Minas, em cerimônia também marcada pela emoção de familiares e amigos da jovem.

As duas eram mineiras mas cursavam juntas o sétimo período do curso de Ciências Biológicas no campus São Mateus da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). A família de Izadora também era natural do norte de Minas, mas seus pais se mudaram para Prado, no sul da Bahia, onde abriram uma pousada e para onde os jovens seguiam para participar da festa de aniversário da mãe da universitária.

Mais conteúdo sobre:
jovens desaparecidosESMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.