Enviado britânico prevê novo teste nuclear pela Coreia do Norte

A Grã-Bretanha acredita ser possível que a Coreia do Norte realize um novo teste nuclear, disse o embaixador do país em Pyongyang na sexta-feira.

REUTERS

03 Julho 2009 | 12h03

A Coreia do Norte realizou um teste nuclear em maio e, segundo especialistas, essa manobra deixou o país próximo de ter uma bomba nuclear funcional.

"Não podemos descartar que um novo teste nuclear será realizado", disse Peter Hughes, embaixador britânico na Coreia do Norte, em entrevista coletiva com jornalistas em Londres via videoconferência em Pyongyang.

"Ontem dois mísseis de pequeno alcance foram disparados e vocês verão informações de que pode ser lançado um míssil balístico intercontinental nos próximos dias ou semanas", disse.

A Coreia do Norte lançou um foguete em abril no que, para muitos, foi um teste disfarçado de um míssil de longo alcance, o que viola as resoluções da Organização das Nações Unidas, que proíbem o país de lançar mísseis balísticos.

O país testou mísseis de pequeno alcance na quinta-feira. Autoridades e imprensa sul-coreanas disseram que quatro mísseis de curto alcance foram disparados.

No mês passado, o Conselho de Segurança da ONU aprovou sanções contra a Coreia do Norte por conta do teste nuclear realizado pelo país. O documento proíbe exportações de armas da Coreia do Norte e a maioria das importações de armamentos para o país.

Hughes disse que a resposta norte-coreana às preocupações expressadas pela Grã-Bretanha foi que "a ameaça ao país está se intensificando e eles não têm outra opção que não seja aumentar sua capacidade de dissuasão".

"Não vi da parte deles nenhuma intenção de entrar em negociações", acrescentou.

Ele disse, no entanto, que a Grã-Bretanha espera que as "sanções aliadas a um contexto mais amplo de medidas... colocarão pressão suficiente na República Democrática Popular da Coreia (nome oficial do país) para reconsiderar sua posição sobre as negociações".

(Reportagem de Adrian Croft)

Mais conteúdo sobre:
COREIAN BRITANICO TESTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.