Ericsson acerta encerramento de disputa sobre patentes com Samsung

A Ericsson disse nesta segunda-feira que assinou um acordo de licenciamento cruzado com a Samsung Electronics, encerrando uma disputa de longa data sobre patentes e impulsionando as vendas do quarto trimestre em 4,2 bilhões de coroas suecas (652 milhões de dólares).

Reuters

27 de janeiro de 2014 | 08h34

A maior fabricante do mundo de equipamento de redes móveis entrou com uma ação contra a Samsung no final de 2012 alegando que a empresa sul-coreana havia infringido suas patentes. A Samsung, que fabrica os smartphones da linha Galaxy e está cada vez mais atuante no setor de equipamento de redes, também entrou depois com uma ação contra a Ericsson.

A Ericsson disse nesta segunda-feira que o acordo inclui um pagamento inicial e pagamentos de royalties pela Samsung pelo prazo do acordo de licença e que aumentará o fluxo de caixa operacional da Ericsson no início de 2014.

A Ericsson disse que o acordo elevará as vendas do quarto trimestre em 4,2 bilhões de coroas suecas (652 milhões de dólares) e o lucro líquido em 3,3 bilhões de coroas suecas (512 milhões de dólares).

"Este acordo nos permite continuar a focar em trazer novas tecnologias ao mercado mundial e oferece um incentivo para que outros inovadores compartilhem suas próprias ideias", disse Kasim Alfalahi, vice-presidente executivo de propriedade intelectual da Ericsson.

Alfalahi não disse por quanto tempo o acordo com a Samsung é válido mas afirmou que acordos sobre patentes normalmente cobrem de quatro a sete anos.

(Por Mia Shanley, Simon Johnson e Olof Swahnberg)

Tudo o que sabemos sobre:
TECHERICSSONSAMSUNGPATENTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.