Ericsson perderá sócia em joint venture deficitária de chips

O grupo franco-italiano STMicroeletronics planeja deixar a deficitiária joint venture de chips com a Ericsson para se focar nos negócios rentáveis, como chips para automóveis e aparelhos eletrônicos não móveis.

Reuters

10 Dezembro 2012 | 09h30

A fabricante não especificou no anúncio desta segunda-feira como planeja deixar a ST-Ericsson, mas disse que já está negociando e que concluirá a operação até o terceiro trimestre de 2013.

A joint venture não dá lucro desde que foi formada, em 2009, e tem perdido receita há dois anos, devido à crise na Nokia, que já foi sua maior cliente. Em abril a ST-Ericsson anunciou a demissão de 1,7 mil pessoas.

Mais conteúdo sobre:
TECHSTMICROLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.