ESA pede observação mundial do impacto de sonda na Lua

A Agência Espacial Européia (ESA) convida astrônomos amadores e profissionais de todo o mundo a se juntar à campanha de observação do impacto da sonda Smart-1 com a Lua. A sonda, lançada anos atrás para testar um sistema de propulsão de íons e que realizou diversas observações da superfície lunar, deverá se chocar com a Lua na região conhecida como Lago da Excelência, no hemisfério Sul. O choque deverá ocorrer às 21h36 de 2 de setembro ou às 03h41 do dia 3 (datas e horários de Brasília)."Pedimos observações principalmente para estudar a física do impacto, a liberação de material volátil pela nave e a mineralogia do solo revolvido", diz Bernard Foing, cientista do projeto Smart-1. "Gostaríamos de ter imagens do impacto e do material ejetado, e análises espectroscópicas, por exemplo para encontrar indícios da mineralogia na área de impacto".Foing diz ainda que, mesmo em se tratando de um impacto pequeno e de baixa energia, "a pluma (de poeira) poderá ser observável, se atingir a luz do Sol, com telescópio amador ou binóculos".

Agencia Estado,

17 de agosto de 2006 | 17h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.