Escola popular do Rio dá início ao ano letivo

A Escola Popular de Comunicação Crítica (Espocc), criada em 2005 pelo Observatório de Favelas no Complexo da Maré, na zona norte do Rio, inicia hoje o ano letivo com uma aula inaugural ministrada pela gerente de patrocínio da Petrobrás, Eliane Costa.

FÁBIO GRELLET / RIO, O Estado de S.Paulo

20 Março 2012 | 03h05

O curso atende 90 alunos que cursam ou já concluíram o ensino médio. Pelo menos dois terços são moradores de favelas ou periferias do Rio. O curso dura um ano e rende um diploma de extensão da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O objetivo é formar profissionais de propaganda e marketing capazes de entrar no mercado de trabalho e desenvolver ideias transformadoras de realidades coletivas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.