Escolas de SP darão acesso à internet mesmo fora de aula

Laboratórios das escolas estaduais abertos das 8 horas às 20 horas; quatro mil estagiários serão contratados

CARINA URBANIN, Agencia Estado

08 de maio de 2008 | 16h44

O Governo do Estado de São Paulo lançou nesta quinta-feira, 8, o Acessa Escola, projeto para manter os laboratórios de informática das escolas estaduais abertos das 8 horas às 20 horas, possibilitando ao aluno acesso à internet mesmo fora do horário das aulas de informática. Como parte do projeto, a partir da próxima segunda-feira, 12, a Secretaria de Estado da Educação e a Fundação de Desenvolvimento Administrativo (Fundap) abrirão inscrições para a seleção de quatro mil estagiários que serão treinados para monitoramento nos laboratórios.Poderão se inscrever para a seleção dos estagiários alunos do 1º e 2º ano do Ensino Médio das escolas estaduais. A seleção será feita em 22 de junho, por meio de prova objetiva com questões de lógica e informática. A relação dos classificados será publicada em 3 de julho, na escola onde foi feita a inscrição. O tempo mínimo de contrato é de seis meses. A carga horária será de 4 horas diárias, com remuneração mensal de R$ 340. Segundo a secretaria, será dada preferência para a contratação de alunos da própria escola.   A Secretaria de Estado da Educação informou ainda que pretende contratar, até o final da implantação do projeto, um total de 12.242 estagiários. De acordo com o órgão, o Acessa Escola irá atingir as escolas estaduais de Ensino Médio em três fases: 500 até fim de 2008 (todas na capital), 1.000 até março de 2009 (capital, cidades da Grande São Paulo, Campinas e Campo Limpo Paulista), 3.000 até final de 2009 (outras cidades da Grande São Paulo e interior) e 3.527 até março de 2010 (todo o Estado), com 12.242 alunos como monitores.

Tudo o que sabemos sobre:
Interneteducação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.